sábado, 18 de fevereiro de 2017

As Lições Espirituais do Cavalo


Esse texto sagrado nos fala da falsa confiança nos recursos humanos. O cavalo representa a confiança humana na carne. O cavalo e apresentado na Bíblia como símbolo de batalha e poderio militar. Na Bíblia, o cavalo aparece sempre associado á guerra e á peleja. Em Jô 39.24 e 25 ao ensinar a Jô lições importantes no reino animal, o próprio Senhor afirmou que o cavalo “de longe cheira a guerra”. Na Bíblia, o cavalo sempre representa a força bélica mais poderosa das nações. Porem, Deus queria que Israel fosse uma nação diferente das demais, não confiando na força dos cavalos, mas assim em Deus. Portanto, o cavalo simboliza ao que confiam na sua própria força, e não no senhor. Podemos extrair muitas lições bíblicas acerca deste animal. Vejamos.

A importância do cavalo nas escrituras

1 A primeira menção ao cavalo na bíblia esta em Gn 47.17, quando os egípcios trocaram cavalo por pão, no auge da fome que assolava o mundo naqueles dias.

2 Em Êx 15.21, vemos que miriã celebrou a vitoria do senhor sobre os egípcios, que confiavam nos seus cavalos, dizendo: “Cantai ao Senhor, porque sumamente se exaltou e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro”.

3 No estatuto do Reino que Moisés havia escrito em Dt 17.16, havia uma advertência expressa para que o rei de Israel não multiplicasse para si cavalos, a fim de que o povo não desviasse o foco da sua confiança no senhor. O Egito era o mais famoso exportador de cavalos mencionado na bíblia. A nação de Israel, quando deixou de confiar no senhor, era sempre tentada a buscar reforços no Egito, confiando nos seus cavalos (Is 31.1).

4 Muitos reis e poderosos generais de guerra sempre confiaram na força dos cavalos para vencerem a batalha. Senaqueribe rei da assíria invadiu Judá, confiando na multidão de seus cavalos; porém, ele e seu exército foram humilhados e derrotados pelo senhor (2Cr32).

5 Em 1Cr 18.4, lemos: “E Davi lhe tomou mil cavalos de carros, e sete mil cavaleiros, e vinte mil homens de pé”.Davi poderia fortalecer o seu exército com esses cavalos capturados na guerra. Porém, ao jarretar os cavalos, inutilizando-os, Davi mostrou que confiava no senhor, e não nos cavalos!

6 Em 2Cr 9.28, a bíblia diz que:”Do Egito e de todas as terras traziam cavalos a Salomão”. Salomão, com toda a sua sabedoria, não dispunha da mesma confiança que seu pai, Davi, depositava em Deus.

7 No Sl 20.7, é dito que “uns confia em carros, e outros, em cavalos ; mas nos faremos menção do nome do SENHOR, nosso Deus”.E,no Sl 33.17, esta escrito que “o cavalo e vão para segurança; não livra ninguém com a sua grande força”.

8 No Sl 76.6, o salmista diz:”À tua repreensão, ó Deus de Jacó, carros e cavalos são lançados num sono profundo”.E, no Sl 147.10, lemos que o senhor “não se deleita na força do cavalo  , nem se compraz na agilidade do varão”.

9 Em Pv 20.31, Salomão, um grande criador de cavalos, escreveu: “O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas do senhor vem a vitoria”.

10 Em Hc 3.8, o profeta habacuque escreveu que o senhor anda montado nos seus cavalos  e nos seus carros de vitoria! Os cavalos de Deus são de fogo, e não de carne e osso (2Rs 6.17).

Em Ap: 19: 11 ao 14 o apóstolo João descreveu a segunda vinda de Cristo em glória, nos seguintes termos; e vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia se não ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-nos os exércitos que á no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro.

Portanto, devemos confiar no cavaleiro fiel e verdadeiro, e não em cavalos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário